Monday, June 1, 2020

Nebulosa Omega

Dessa vez arrumamos a tralha toda e rumamos para o sul, sul de Goiás. Chegamos pela manhã em uma fazenda próxima a região de Alexânia para passar o final de semana e a noite fotografar. Essa região sofre muito com a poluição luminosa de Brasília, aproximadamente até uns 30 graus de elevação é bem difícil aproveitar algum objeto e para complicar ainda mais eu teria que esperar a Lua sumir no horizonte por volta de uma da manhã.
Mas esperar dessa vez foi proveitoso, família reunida e podemos observar o céu a olho nu. Observar o cosmos sempre nos ensina algo, sobre nossa história e sobre nós.
Mais uma vez levei o refrator 80mm e o projeto de montagem veicular. dada as condições de relevo e poluição luminosa escolhi como alvo a Nebulosa Ômega (M17), pois estaria próxima ao zênite e portanto mais distante da luz de Brasília e Alexânia.. Uma nebulosa pequena para esse telescópio e uma região com muitas estrelas, nuvens de matéria interestelar na constelação de Sagitário. 
Comecei a fotografar por volta de 1:30 da manhã e pude aproveitar 30 light frames de 5 minutos cada, portanto 2.5 horas de sinal para desvendar essa nebulosa.

Ps: O foco não ficou bom, ausência de flattener e o tempo de exposição ficou curto. Perdi detalhes, mas faz parte do aprendizado. Tentarei captura-la novamente e refazer o processamento

O objeto está localizado a aproximadamente 6000 anos-luz da Terra e foi descoberto ainda no século XVI.
Céus limpos a todos! Até a próxima!



No comments:

Post a Comment

Meteorito Lunar NWA 5000

 Esse é um pedacinho da Lua que coleciono, chegou por um colecionador da França. Acho que esse meteorito lunar é um dos mais bonitos que já ...